Ferramentas de Utilizador

Ferramentas de Site


sistemas:cafe:federacaocafe

Federação CAFe

definição

Iniciativa da RNP para criar uma Federação Acadêmica no Brasil.

A Comunidade Acadêmica Federada (Federação CAFe) teve início em 2007, UFC, UFMG, UFF, UFRGS e Cefet-MG, como projeto piloto e com a meta de reunir todas as universidades e instituições de ensino e pesquisa brasileiras em uma rede de confiança.

O projeto de criação da Federação CAFe inclui ainda o estudo, a proposição, a análise e a validação de políticas para regular o funcionamento da federação (requisitos mínimos que provedores de identidade e de serviço deverão cumprir)

protocolos

Assim como nas federações representadas nos diversos países, a Federação CAFe segue protocolos bem definidos na troca de mensagens entre provedores de identidade e serviço.

O SAML (Security Assertion Markup Language) é um protocolo adotado em varias federaçõoes inclusive na CAFe, que em conjunto com o software Shibboleth, vem se firmando como um padrão ad hoc que permite a troca de informações de autenticação e autorização entre provedores de identidade e de serviço.

Através de um componente denominado de WAYF (Where Are You From), que é centralizado e mantido pela RNP, os provedores de serviços poderão ser implantados por membros externos, ou seja, atuar apenas como provedores de serviços.

A rede de confiança permite que um usuario seja autenticado em sua instituição de origem e consiga acessar recursos e serviços oferecidos via web tanto pela propria instituição quanto por outros membros da federação, através de um único login.

arquitetura básica

A figura a seguir mostra a arquitetura básica proposta para a federação CAFe.

Inicialmente, o componente WAYF será centralizado e mantido pela RNP. Os provedores de serviço poderão ser implantados nas próprias instituições que compõem a federação (universidades e instituições de pesquisa) ou poderão ser implantados por membros externos (os quais atuam apenas como provedores de serviço).

políticas para a operação da CAFe

As políticas definidas para a operação da Federação CAFe deverão estabelecer os critérios para a inclusão de um membro na federação e as obrigações dos provedores de identidade e de serviço, bem como garantir a preservação dos requisitos básicos de privacidade.

A recomendação para os provedores de identidade é a utilização de serviço de diretórios para a organização das informações sobre as pessoas vinculadas à instituição.

Atividades desenvolvidasDefinição do esquema brEduPerson; Implementação de ferramentas auxiliares e roteiros de implantação
Atividades em andamentoMaterial de capacitação para desenvolvimento de aplicações federadas (provedores de serviço);Integração de novas instituições à Federação
sistemas/cafe/federacaocafe.txt · Esta página foi modificada pela última vez em: 2017/03/28 15:35 (Edição externa)